Coluna X Patologias

É cada vez mais comum o aparecimento de dor na coluna antes dos 30 anos, algo que antes se dizia doença da idade mais avançada hoje ataca até mesmo jovens adolescentes e crianças.

Existem 6 possíveis origens da patologia:

  1. Trauma: uma queda ou acidente.
  2. Congênito ou Hereditário: a criança já nasce com desvios ou deformidades ou terá grande chance de obtê-los ao passar dos anos.
  3. Má Postura: musculatura fraca, maus hábitos ao sentar, carregar bolsa ou mochila somente em um ombro, executar atividades diária de forma errônea, todos estes fatores sobrecarregam a coluna.
  4. DORT/LER: Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho e Lesões por Esforço Repetitivo.
  5. Degeneração: comum na idade mais avançada a degeneração e desidratação dos discos, artrites e artroses.
  6. Fatores de risco: obesidade, fumar e sedentarismo.

Independente de qual a origem, do seu problema de coluna, ele pode ser agravado pelos outros fatores acima citados. Vou tentar descrever aqui da forma mais simples possível para que, aqueles que não têm muito conhecimento científico e anatômico possam entender melhor.

Como a coluna funciona:

Para poder corrigir o seu problema e eliminar a dor, você tem que primeiramente conhecer o seu corpo. Deus quando nos criou (ou a natureza como preferir), desenvolveu na coluna um sistema de amortecimento parecido com as molas do carro. Nós possuímos 3 curvaturas muito importantes para absorver impactos, a primeira conhecida como curvatura CERVICAL, é a localizada no pescoço, é formada por 7 vértebras chamadas vértebras cervicais. A segunda curvatura é a TORÁCICA, que como o próprio nome diz, localiza-se na caixa torácica, composto por 12 vértebras chamadas vértebras torácicas. A ultima curvatura é a LOMBAR, localizada um pouco mais abaixo na altura da cintura, as 5 vértebras lombares irão fazer parte desta região. Logo abaixo vem o Sacro, formado por 5 vértebras fundidas num formato triangular, é esta parte que se conecta com o osso do quadril, numa articulação chamada Sacroilíaca (região de comum pinçamento do nervo ciático), esta articulação possui pouquíssimo movimento. E por útimo vem o COCCIX, um ossinho pontudo, fácil de ser sentido ao ser pressionado bem no final da coluna entre as nádegas (veja a figura 1).

Coluna Vertebral

Como parte integrante da coluna você tem os DISCOS INTERVERTEBRAIS, que nada mais são que uma espécie de almofadas, de suma importância para que haja o amortecimento entre as vértebras.

vértebra e disco

Toda a estrutura da coluna é recoberta por músculos e ligamentos, responsáveis pela estabilização, equilíbrio e absorção de impacto, possibilitando assim os movimentos de rotação, flexão e extensão.

 ação da gravidade

A Medula Espinhal passa dentro do canal medular formado pela sobreposição de orifícios encontrados nas vértebras, na parte posterior.

  canal medular

As ramificações dos nervos são responsáveis pelos movimentos do corpo, cada nível da coluna corresponde a uma parte do corpo, no pescoço existem enervações que vão para os braços e mãos, os nervos que saem da lombar vão descer para as pernas e pés.  Quando é um pinçamento de um determinado nervo, além de provocar dor poderá causar formigamento e amortecimento até as extremidades dos dedos. Este pinçamento pode ser causado pelo deslizamento do disco ou herniação, ou pelo simples fato de haver uma pequena rotação de uma vertebra fazendo com que as facetas (parte onde uma vértebra articula com a outra subseqüente) fiquem mal encaixadas, quando isso acontece chamamos de subluxação da vértebra, alguns também podem dizer que sua coluna está fora do lugar ou desalinhada. Para que a vértebra volte ao seu devido lugar é necessário que a musculatura relaxe, o terapeuta mais indicado para fazer uma manobra de realinhamento é o quiroprata. O Pilates costuma realinhar a coluna sem nenhuma manobra, apenas atráves de alongamentos e exercícios que propciam um ajuste natural.

Numa situação ideal, você deveria poder traçar uma linha reta do topo da cabeça até o final da coluna, se você se colocar de costas para a parede, deveria poder tocar a parte detrás da cabeça, o topo da curvatura da torácica e o sacro. É o que chamamos de Coluna Neutra.

PATOLOGIAS:

  • Alteração Postural: se uma ou outra curvatura se acentua, os desequilíbrios musculares vão aparecendo (veja a figura 2). Quando a curvatura torácica está muito acentuda, chamamos de CIFOSE e normalmente vem acompanhada da LORDOSE CERVICAL (acentuada curvatura no pescoço). Você pode experimentar no seu próprio corpo para entender, sente bem largado e deixe aumentar a curvatura das costas e verá que sua cabeça irá ser projetada à frente e ela estará ligeiramente inclinada para baixo. Para poder olhar para frente você terá que aumentar a curvatura do pescoço como uma forma de compensação. Quando o aumento acontece na região lombar dá-se o nome de LORDOSE LOMBAR e este tipo de problema é comum ser acompanhado de flacides abdominal. Pessoas magras com barriga proeminente costumam sofrer deste problema, a simples  reoganização da coluna através de exercícios respiratórios poderá corrigir a Lordose, diminuindo assim a dor lombar e instantaneamente acabar com aquela “barriguinha chata”. Os desvios laterais são chamados de ESCOLIOSE que também podem vir acompanhados de rotação das vértebras. Existe ainda a RETIFICAÇÃO da coluna, que é quando uma ou mais curvaturas vão sendo diminuidas chegando a deixar de existir. Em todos estes casos há um desequilíbrio múscular e tendem a causar dor.

Diferentes posturas

  • Hérnia de disco: é muito comum acontecer devido aos abusos diários na coluna como carregar muito peso em posições não favoráveis causando o prensamento ou deslizamento dos discos intravertebrais. Uma protusão significa que o seu disco já está começando a ser empurrado para fora do alinhamento da coluna. É chamado de Hérnia de disco quando o anel fibroso é rompido.

hérnia x protusão

                      Normal                                  Protusão                                   Hérnia 

É importante entender que, quando uma protusão ou hérnia não está prensando o nervo, não existe dor. Segundo pesquisa, 50% da população possui hérnia discal e nem imaginam por nunca terem sentido dor, podendo conviver com a Hérnia sem afetar a sua qualidade de vida. Como corpo tem uma infinita capacidade de cura ele consegue na maioria dos casos reabsorver a hérnia, mas para isso é indispensável que se tenha hábitos de alimentação saudável, bom descanso e que NÃO FUME. Se esta hérnia aconteceu devido a um movimento errôneo, e você o repete diariamente, enquanto esse movimento não for corrigido não importa o tratamento, o problema vai continuar aparecendo. A cirurgia só é feita em último caso, é uma exceção. Quem faz uma cirurgia e funde duas vértebras para que o disco pare de ser pressionado, caso o movimento seja continuamente executado de forma errada, você passará a estressar e machucar o próximo nível, e uma nova hérnia irá aparecer, sendo muito comum após a primeira cirurgia acontecer a segunda e a terceira nos níveis acima e a baixo.

  • Degeneração, artrite e artoses: eu costumo dizer o seguinte, o corpo é muito inteligente, se uma articulação não está sendo utilizada, a primeira reação será a de economia; o corpo não vai continuar mandando nutrientes a esta articulação, por isso os discos começam a desidratar e diminuir de espessura. Vai se formando um tecido fibroso nessa região, dificultando a movimentação até que em casos bem avançados haja a fusão das vértebras. Esta degeneração do disco pode acontecer a qualquer idade, e devido aos novos hábitos adquiridos na civilização moderna onde cada vez mais permanecemos sentados, tanto no trabalho como em casa desde a infância. A degeneração não acompanha dor necessariamente, você pode ter uma vida livre de dores caso sua musculatura não esteja comprometida ou não haja inflamação no local. As artroses oriundas de doença reumatóide costumam atacar várias articulações ao mesmo tempo, onde o tecido fibroso devido a inflamação vai deformando os ossos. Um dos sintomas mais comuns deste tipo de problema, é acordar com o corpo travado, parece que ele está enferrujado, as articulações estão rígidas e doloridas… e após um tempo vão voltando a se movimentar, principalmente após um banho quente.
  • Inflamações ou ALGIAS: lombalgia (lombar), cervicalgia (cervical), ciatalgia (nervo ciático), etc… são inflamações do tecido mole (músculos, ligamentos e/ou nervos). É comum sentir a região dolorida mais aquecida ou com vermelhidão; o músculo costuma estar tenso e encurtado e ele vai rejeitar qualquer tentativa de alongamento. Tratamento com gelo e/ou compressa quente poderá trazer alívio e não deverá passar de 15 minutos.
  • Espondite Anquilosante (mais comum na articulação sacroilíaca-enrijecimento da coluna), Espondilólise e Espondilolistese(escorregamento/deslizamento da vértebra fora do eixo da coluna), Estenose (estreitamento do canal medular) e outros: são patologias que alteram a formação óssea, provocando instabilidade e limitação de movimento.
  • É muito comum acontecer a combinação de duas ou mais patologias acima citadas.

TRATAMENTO

Em primeiro lugar sempre procure um médico. É indispensável um exame detalhado para saber se há limitações e precauções a serem tomadas antes de praticar qualquer atividade física. Normalmente ele irá pedir uma radiografia em alguns casos uma tomagrafia ou ressonância magnética para poder diagnosticar corretamente além de fazer uma avaliação dos movimentos.

Somente após autorização médica você deverá começar qualquer atividade.

O Pilates

Fundamentalmente o Pilates irá:

  • descomprimir os espaços intravertebrais através da conexão dos músculos responsáveis pela respiração, de forma a reorganizar a coluna num alongamento axial (topo da cabeça em direção ao teto);
  • contribuir para o fortalecimento abdominal;
  • melhorar a mobilidade da coluna para que todas as articulações (vértebras) passem a se movimentar e mantenham-se saudáveis;
  • melhorar a flexibilidade do flexor do quadril e musculatura posterior da coxa (principais causadores do estresse e sobrecarga da musculatura da lombar);
  • fazer a correção postural e reeducação do movimento. 

Como toda a prática de atividade física, o Pilates provoca uma descarga de endorfina no sangue produzindo uma sensação de bem estar e relaxamento, além de melhorar a circulação sangüínea e melhorar a auto-estima.

Lembre-se, de somente fazer aulas com um profissional habilitado e que tenha profundo conhecimento das patologias da coluna.

Esse trabalho deverá respeitar suas limitações e deverá ser gradual, é importante que a ênfase do início das aulas seja a mobilização. Mostrar ao corpo que movimentar faz bem, e se for corretamente executado não causará dor (leia mais sobre dor). Por isso não deverá haver sobrecarga, e sim auxílio. Tudo será leve e executado na posição horizontal, com a coluna apoiada e sem a ação da gravidade. Muito cuidado com o trabalho de flexibilidade (leia mais sobre flexibilidade), atenção para o seu limite de conforto, se o corpo sentir dor ele vai reagir e vai contrair, se protegendo contra esta dor e você não vai querer tentar forçar para evitar um agravamento da lesão.

Se você leu sobre o meu artigo sobre “dor” vai lembrar que eu aconselho o trabalho paralelo de terapias como CranioSacral, Massagem ou Acupuntura. Eles costumam ajudar a quebrar o ciclo vicioso da memória da dor e quando trabalhados paralelamente ao tratamento de dores de coluna podem acelerar no processo do alívio da dor.

Eu obtive SUCESSO em 99% dos casos que eu tratei problemas de coluna com a aplicação da Terapia CranioSacral durante a sessão de Pilates.

Existem várias pesquisas científicas em andamento sobre os benefícios do Pilates para tratamento de coluna. Sabe-se que, mesmo em casos de necessidade de cirurgia, o fato de começar a praticar antes da cirurgia há um aceleramento no período de recuperação, podendo em alguns casos evitar a necessidade da cirurgia.

Leia mais sobre o assunto:

Lombalgia e Ciatalgia – Dor na Coluna e o Pilates

By Tatiana Matsuo.

About these ads
Esse post foi publicado em Sobre Coluna, TODOS OS TEXTOS e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Coluna X Patologias

  1. Espedito Dias Romão disse:

    Gostei das 9informaçãoes,estou esclarecido estou indo consultar um ortopedisa

  2. Jaciara Perez disse:

    Boa noite, adorei a matéria, nunca ninguém me entende sobre as minhas dores, nem os médicos, mas essa matéria veio de encontro com que sinto. Meus exames foram feitos, sinto dor em toda a regiao torácica vindo para o peito entre as costelas. Estou sofrendo muito, remédios náo tiram a dor. Como foi dito, também levanto como se tivesse enferrujada e algo me prostrasse na cama, sem que eu tenha forcas para levantar a coluna de tanta dor e no peito tambem. Obrigada, vou fazer pilates com certeza, já comecei acupuntura.
    Abracos!

    • tatipilates disse:

      Oi querida, fico feliz por ter ajudado… procure tbém um terapeuta de CranioSacral, vai fazer milagres com as suas dores… beijos e boa sorte!

  3. girlei rosa da silva disse:

    vc poderia me ajudar? detectei que estou com a coluna retificada sinto dores musculares nas costas e tambem pequenos movimentos no meio do peito como se fosse aritmia cardiaca. mais aritimia não e pois ja fiz o axame da esteira e deu capacidade cardiorespiratoria exelente o coração ta 100%. dai fui ao medico e tirei a tal radiografia e deu que minha coluna ta reta. estou tomando relaxante muscular mais num ta adiantando naum. o que devo fazer?

    • tatipilates disse:

      Oi Girlei, vc precisa fazer compressa quente e respirar lentamente, leia meus textos de auto-cura e entendendo as emoções… acredito que tem muita coisa que vai te ajudar por lá… beijos e boa sorte!

  4. Sandra disse:

    Olá Tati, essa semana tive diagnóstico de uma “cervicobraquialgia” coloco entre ” ” porque o médico disse que o nucleo pulposo das minhas verterbras cervicais ainda não extravasaram mas que futuramente isso acontecerá e que será necessário fazer cirurgias. Confesso que a forma como o médico fechou o meu diagnostico e as “soluções” que ele deu para o meu problema me deixou muito preocupada, pois trabalhando com muita dor, irritação, falta de paciência, cansaço, falta de concentração, entre outras coisas a muito tempo.
    A principio pensei em fazer quiropraxia – algo que o médico não aconselhou, mas lendo seu site pude perceber que o pilates é uma técnica menos invasiva e que com ela o próprio corpo se restabelece se equilibra e se realinha naturalmente.
    Gostaria de saber de você o que seria melhor, levando em consideração que ando com muita dor, trabalho e estudo a base de emplastos nas costa da cervical até a metade da toráxica.
    E se possivel os valores,pois achei você uma pessoa bastante idônea.

    Obrigada.
    Sandra.

    • tatipilates disse:

      Oi Sandra, eu trabalho e trato de pacientes que já estavam encaminhados a cirurgia de hérnia Cervical com todo esse quadro que vc apresenta e regredimos todos os sintomas com a Terapia CranioSacral, Manipulação Visceral e reeducação postural com o Pilates. Eu publiquei textos sobre auto-cura que poderão te ajudar nas dores, mas o interessante seria você procurar um terapeuta para te ajudar nesse processo de dor e inflamação. Muitas pessoas não podem ou chegar a um terapeuta ou pagar o tratamento, por isso ensinei aqui a auto-aplicação que FUNCIONA! Leia meus textos antes de fazer as aulas de Pilates, você tem que tomar alguns cuidados antes de começar, existem profissionais machucando e piorando os sintomas, por isso cuidado! Espero ter ajudado, um abraço, Tati.

  5. leonardo oliveira disse:

    to com dores nas costa e nos braço tipo umas fisgada pode ser coluna?

    • tatipilates disse:

      Oi Leonardo, é difícil diagnosticar sem te examinar. Podem existir “n” motivos gerando essa dor, um agravando o outro, como um trauma anterior somado a estresse e noite mal dormida, preocupações e perdas de entes queridos, um pinçamento de nervo na coluna ou em qq outra parte do seu segmento, compensação postural entre outras, ou o conjunto de tudo isso.
      Procure um terapeuta de Craniosacral e leia os meus textos sobre a respiração. A respiração irá reorganizar a sua postura, e vai ajudar a liberar os nervos que podem estar pinçados devido a sobrecarga do estresse e tensão intercostal.
      Um abraço,
      Tati.

  6. luciana de paula disse:

    fiz um exame e o medico me falou que eu nasci com desvio na coluna e me falou que não tem cura eu queria saber se é verdade poque sinto dores

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s