TENSÃO NO PESCOÇO E OMBRO!!! Não aguento mais…

Quando temos tensão ou dor no pescoço e ombro, ficamos mais irritados, mais cansados, nem conseguimos dormir direito. Para que nossa energia corporal flua e para que exista uma sensação de bem estar, é necessário que a região da nuca esteja relaxada podendo assim correr os impulsos elétricos enviados do cérebro para o corpo. O Pilates contribui para que isso aconteça através de exercícios específicos de Respiração, alongamentos e fortalecimento do corpo de forma mais integrada e harmoniosa.

Existem diferentes tipos de dor no pescoço e ombro:

  • Tem a dor de torcicolo, quando dormimos de mal jeito e acordamos sem conseguir mexer o pescoço (normalmente acontece por ficar muito tempo numa mesma posição, ou num acidente quando você leva um tranco, ou por tomar friagem demais no pescoço).
  • Existe a dor causada por tensão e inflamação muscular, normalmente por trabalhar olhando muito tempo para baixo ou para cima, ou, por exemplo, por ter o monitor do computador no seu lado.
  • Uma hérnia de disco também pode causar dor no pescoço caso esteja tocando no nervo, essa hérnia pode ter se originado de um acidente, ou apenas por uma má postura e encurtamento dos músculos do pescoço.
  • Quando existe uma subluxação, isto é, quando a vértebra não está alinhada, podendo haver um pinçamento do nervo causando dor;
  • Outro grande causador é a passagem por um trauma emocional muito grande, com situações de nervoso intenso ou raiva.

SINTOMAS:

Independente do tipo e da causa da dor, um fator comum em todos os casos, é uma tensão e contração contínua dos músculos que circundam o pescoço, além do trapézio (aquele que fica bem na curvinha entre o pescoço e ombro e que vai descendo nas costas paralelo à coluna perto das escápulas) e do peitoral menor. Essa tensão e contração contínua causa pontos de dor, onde formam couraças (parecem nódulos, pequenas bolas) que quando apertadas, vão estar doloridas.

É muito comum também, e você vai lendo e vai se identificando, ter ombros elevados (ou encurtamento do pescoço – dependendo do ponto de vista) e rotados para dentro, a cabeça fica ligeiramente projetada para frente e com o tronco mais encurvado para frente também (cifose). A sua respiração tende a ser encurtada com pouco movimento da caixa torácica, as costelas nao se mechem quando você respira. Essa postura pode originar dores e tensões no ombro ou as dores e tensões podem levar a sua postura a ficar desta maneira. É o famoso quem veio primeiro, o ovo ou a galinha? No tratamento, na verdade isso não importa.

Se você se perceber, vai sentir que os seus ombros estão sempre querendo ir em direção das orelhas, porque o seu trapézio está tenso e encurtado. Quando dirige, cozinha, carrega a bolsa, fica no computador, passa nervoso, etc… ele tende a tensionar tanto, que às vezes até lateja! Quando recebe uma massagem, é um alívio que só, porém após poucos dias, às vezes poucas horas já está tudo duro denovo. Ou em piores casos, parece que a massagem não consegue aliviar, ou alcançar os pontos de tensão mais profundos que vão nas costas…

Bom… esse é um caso clássico de tensão por estresse.

Para os que sofrem de formigamento nas mãos e dedos das mãos, perda de sensibilidade, dor no antebraço e cotovelo, desconforto ao dormir, você pode já ter uma hérnia de disco. Procure um ortopedista especialista de coluna. Pode ser apenas um pinçamento do nervo na subluxação ou na musculatura tensa, porém na dúvida, procure um médico ortopedista.

Em casos agudos de dor… dor que não dá para mexer o pescoço, procure um médico ortopedista!

O que fazer para aliviar a dor?

PRIMEIRO E MAIS IMPORTANTE PASSO: aqui vai o meu grande segredo. Anota direitinho porque ele é o mais dificil de fazer…

 VOCÊ TEM QUE RESPIRAR!

Mas a questão é que respirar não quer dizer apenas fazer o oxigênio entrar… é muito mais complexo… você pode ler mais sobre como respirar nos artigos: Postura Correta X ErradaComo respirar quando o ar não quer entrar no peito? e Fortalecimento do Assoalho Pélvico e do centro do corpo (CORE) .

SEGUNDO PASSO: Precisa trabalhar para tirar os pontos doloridos e duros do músculo. Para isso existe a massagem, acupuntura e eu gosto muito de aplicar a Terapia CranioSacral com excelentes resultados. Você poderá ler um pouco sobre como auto-aplicar   terapia: O TOQUE QUE CURA

Observação: Caso a dor esteja muito intensa, faça compressa de gelo por uns 15 minutos e procure um médico ortopedista.

TERCEIRO PASSO: Aprender a manter os ombros relaxados ao executar atividades com os braços. Isso inclui o fortalecimento dos mesmos, pois quando estão fracos, fazem com que todo o corpo tensione tentando ajudar. É indispensável também que seja corrigida a Postura. Para aprender a dinâmica correta de movimento dos braços leia: DOR NO OMBRO e o Manguito Rotador .

QUARTO PASSO: Preste atenção no seu corpo no dia-a-dia. Mesmo que você comece a fazer aulas de Pilates, se você apenas praticar nas aulas, a transformação e transferência do novo movimento para as atividades diárias vai demorar muito mais tempo.

QUINTO PASSO: Perceba como o trabalho, as discussões no lar, situações como estar atrasado, ter prazo para terminar um trabalho, estudar para uma prova, ou qq outra coisa que não seja naturalmente fácil e agradável, perceba como tudo isso faz o seu corpo reagir. Sinta o seu corpo se comprimir e tensionar e tente mudar. Por exemplo: numa discussão, pare e pense, porque estou falando assim, com a voz tão alterada? Porque não estou respirando? e tente mudar. Tente transmitir o mesmo recado de outra forma, sem se alterar. Você vai se espantar o quanto situações corriqueiras abalam o seu funcionamento. Leia mais sobre o assunto em: Costocondrite – dor no esterno ou costelas e outras dores Crônicas e DOR – Como viver sem ela? .

Exercícios indicados:

  • Mobilização escapular (soltar a sua escapula, massageando a musculatura em volta da mesma);
  • Articulação da coluna na Ponte, tentando relaxar e desconectar todos os músculos do pescoço e ombro;
  • Aumentar a amplitude de movimento dos braços, fortalecendo-os;
  • Alongar Peitoral Maior e Menor;
  • Organizar a Cintura Escapular;

Massagem com a toalha:

Faça um rolinho com uma toalha de rosto, dobra ela no meio e no meio, e depois enrola. Coloque esse rolinho embaixo do pescoço, deitada. Ao inspirar olhe levemente para cima e ao expirar olhe levemente para baixo. Tente fazer os movimentos pequenos com o mínimo de dor. Repita umas 6X.

Depois inspire olhando para o teto e na expiração relaxe o pescoço e olhe levemente para um lado. Volta inspirando para o meio e expira olhando para outro. Repita alternando os lados umas 6X cada lado.

Por ultimo imagine que você tem um lápis bem comprido na ponta do nariz. Agora desenhe um círculo bem pequeno e bem redondo no teto. Quando vc inspira o nariz sobe e quando expira ele da a volta e vai pra baixo.

Atenção: faça movimentos pequenos e com a menor contração muscular possível. A toalha irá ajudar a massagear esta musculatura. Caso sinta dor ao realizar, tente fazer menor e com menos força, se ao repetir a dor não aliviar, para imediatamente. Continue caso, a dor diminua com a repetição.

** Independente do seu problema, a dor irá melhorar ao relaxar a musculatura que está tensa e aprendendo a mantê-la relaxada. A correção dos movimentos é fundamental para que você quebre o ciclo de relaxa, movimenta errado, tensiona novamente.

BOA SORTE!!!

By Tatiana Matsuo.

About these ads
Esse post foi publicado em Sobre PESCOÇO e OMBRO, TODOS OS TEXTOS e marcado , , , . Guardar link permanente.

102 respostas para TENSÃO NO PESCOÇO E OMBRO!!! Não aguento mais…

  1. oi tati estou fazendo o curso na Fhysio pilates de estudio e estou gostando muito.Eu estou procurando ajuda para fazer as tarefas q para mim está sendo muito dificil encontrei vc na net quando estava pesquisando se vc puder me ajudar nas mesmas agradeço.

  2. Maria Clara disse:

    Hoje estou em duvida se minha dor eh so do pescoco e ombro, ou se tenho algo mais, pois o musculo perto da minha garganta acima da clavivula esta inchado. Adorei as dicas, mas devo ir ao medico esta semana.

  3. Zilton disse:

    Prezada Tatiana, parece mentira mas é como vc citou no texto, ao dar continuidade a leitura me identifiquei com essa tal de tensão por estresse, a meses que venho sentindo isso e ultimamente esta mais intensa. Perfeita sua explanação sobre o assunto. Agora já sei quais medidas tomar!

    Parabéns!

  4. Elisiane Carvalho Ribeiro disse:

    OI Tatiana ! Encontrei seu site na internet e adorei seus textos e me identifiquei com suas opiniões, sobre pilates e até mesmo a sua maneira de levar a vida! Meu nome é Elisiane e sou Educadora física. Tenho um studio de pilates aqui em Santa catarina! Vi que vc é terapeuta cranio-sacral, e tenho interesse em fazer esse curso também. Você sabe se educador físico pode vir a fazer esse curso? Entrei no site do TCS e não achei nada a respeito! Abraço e parabéns pelo seu belo trabalho!

    • tatipilates disse:

      Pode sim, eu sou educadora física querida, beijos e boa sorte!

      • Priscila disse:

        Me identifiquei totalmente com a tensão por estresse. *.* Mas confesso que pensei que fosse algo pior.
        A sensação é claustrofóbica.

        Bjos

      • tatipilates disse:

        Priscila, vc não imagina os efeitos que as tensões por estresse podem causar no corpo… vc começa com as dores nos ombros, mas com o passar do tempo, a pressão na caixa torácica leva a uma diminuição na oxigenação do corpo e aumento da pressão arterial… em casos extremos vai levar ao infarto precoce… a sensação é claustrofóbica e a síndrome do pânico começa assim… A parte boa é que, depois de descoberta a origem das sensações fica mais fácil de reverter este quadro. RESPIRAR é a melhor CURA! Um abraço, Tati.

      • Madalena disse:

        Boa tarde Tati

        estou interessada na sua terapia. Osteoartriste esterno. Qual seu endereco ? Rio ?
        madalena04@yahoo.com.br

        grata

      • tatipilates disse:

        Oi Madalena, eu não atendo no Rio, mas tenho uma pessoa para te indicar… anota o email: simonerossatto@yahoo.com.br Simone Rossato. Boa sorte! Tati.

    • ana claudia disse:

      oii,em que cidade voce mora?? moro em Balneario Camboriu e me identifiquei muito com esse texto e gostaria de fazer o pilates pra ver se da uma melhorada na minha dor ,sofro com isso há quase 2 anos e quando vou ao medico ele diz que é dor muscular e nao passa nada alem de relaxantes que ja nao adiantam…

      • tatipilates disse:

        Ana, eu moro em Brasilia e atendo em SP a cada 15 dias… mas você vai encontrar bons terapeutas de CranioSacral e Manipulação Visceral em Florianópolis procure no site: http://www.iahp.com para ajudar nas dores, e faço o Pilates para fortalecer.
        Um abraço,
        Tati.

  5. Laura disse:

    Tatiana, vc escreveu EXATAMENTE como é a minha dor, e como me sinto.
    Enfim, alguém q realmnte entende o que sentimos.
    Beijão

  6. distençao muscular pode fazer musculaçao ou qual tipo de exercicios adorei essas expricaçoes esta de perabens

  7. Miriam Doro disse:

    seus artigos e dicas são ótimos muito obrigada

  8. Jeferson disse:

    Ótimo, me ajudou muiiito!

  9. Larissa disse:

    Nossa, muito obrigada pelas informações! Estou com o pescoço projeto para frente há bastante tempo e minhas dores de pescoço estão cada vez mais fortes… Trabalho o tempo todo escrevendo em cadernos ou no computador…
    Espero que comece a melhorar rápido!
    Larissa

  10. Henrique disse:

    aff que dor durmi d mal geito

  11. Gilmar araujo disse:

    otimas dicas obrigado

  12. flavia braga disse:

    Adorei a dica.Esses dias eu dormi de mal jeito e fiquei ruim o dia todo.Os exercicios são necessário .Obrigada ein (:

  13. Lidiane disse:

    MUITO INTERESSANTE AS DICAS SÃO BASTANTE UTEIS.

  14. adorei essa matéria e me identifiquei com todos os sintomas, mas o médico me recomendou exercícios físicos e me diagnosticou com fibromialgia. Acontece que deu uma parada com as dores por muitos dias, e sempre noto que aumenta quando não tenho nada pra fazer e qdo tenho alguma tarefa, tipo passeio, cinema nao sinto nada. Hoje estou com muito peso nos ombros que esta me deixando estressada, meu pescoço parece estar anestesiado e qdo fico assim tenho vontade de chorar compulsivamente, vontade de ir pra bem longe e ficar lá enfiada dentro de um buraco. Sem mais Flávia….obrigada

  15. wilma disse:

    Tenho dor nos ombros e pescoço com rangido, as vezes fico atordoda e doi até as costelas de um lado do corpo . Gostei da dissertação e vou tentar fazer o exercício indicado. Obrigado

  16. maria Luisa junqueira disse:

    Gostei das suas dicas, tenho tomado anti-inflamatórios e não tem resolvido, e até acupuntura já fiz, várias sessoes e não resolveu, minhas dores continuam o que eu deveria fazer? Obrigada!

  17. joao disse:

    oi melhorei muito depois dessas dicas queria saber mais a respeito obrigado!!!

  18. Silvana Francisconi Adami disse:

    Gostei muito das respostas, ajudou-me a encontrar uma saída, obrigada.

  19. Rosângela Fabiana disse:

    Gostei das dicas, principalmente do exercício com a toalha, vou fazer agora mesmo!!!

  20. marco soichi kitagawa disse:

    Oi Tatiana,tudobem!!,estou no Jp e passei no medico e acusou hernia no pescoço,cm fazia musculação,acho q foi isso q causou dor nas costas lombar direito e formigamento dos dedos e do nos nervos do antebraço e cotovelo do lado direito,estou fazendo fisioterapia de esticamento do pescoço e corrente eletricas no braço e lado direito das costas parte superior,sera q cataflan ou algum outro tipo de remedio cortaria essa dor,ja faz i mes q esta assim,por favor daria para indicar algum outro tipo de tratamento…grato…aguardo retorno.

    • tatipilates disse:

      Oi Marco, tudo jóia! Eu acredito que o cataflan poderá ajudar, mas o ideal é que vc faça cmpressa gelada, coloque cubos de gelo dentro de um saco junto com água e deixe no local dolorido por 15 minutos, faça desde o pescoço até o antebraço. Após a pele voltar a temperatura normal faça compressa quente, até mesmo o calor das mãos numa massagem leve quase sem peso pode ajudar a relaxar a musculatura. Depois deite na cama e tenta sentir as tensões do corpo. Com a sua mão esquerda sobre o seu ombro direito, na base do pescoço vai sentindo onde a cabeça quer ir… se o corpo está te puxando para a direita não alongue para a esquerda, apenas deixe a cabeça e o tronco ir para a direita, se o ombro quer se aproximar à sua orelha, deixe o ombro subir, se a cabeça quer ir para trás, vá para trás. Coloque uma música suave e feche os olhos, tente seguir a sua intuição para poder “ouvir” o corpo. Às vezes o corpo quer se contrair… contraia… às vezes o corpo quer espreguiçar e se esticar… se espreguice! Isso vai ajudar a eliminar as forças compensatórias do corpo. Boa Sorte! Um abraço, Tati.

      Obs: eu escrevi vários textos novos sobre a auto-cura, vela a pena dar uma olhada!

  21. pamela cristina torres amaral disse:

    oi tatiana meu nome é pamela tenho 15 anos e as vezes sinto varias dores musculares sou muito anciosa e vou começar a fazer os execicios .
    nossa obrigada mesmo pela ajuda

  22. SIDNEY SILVINO ZANIBONI disse:

    OLA.

    TENHO HERNIA DE DISCO NA CERVICAL E LOMBAR, JAH FIZ DE TUDO QUE VC POSSA IMAGINAR,ACUMPUTURA,MOCHA,PILATIS,RPG,FISIOT,MASSAGENS TODAS E UM MONTE DE OUTRAS COISAS, ATE UM APLICAÇÃO FEITA POR UMA CHINESA COM UM OLEO E UM PIRES QUE PASSAVA PELAA COSTAS INTEIRA AH TB JA FIZ QUIROPRAXIA ENFIM DE TUDO, O MAS RECENTE FOI UMA APLICAÇÃO COM DR. EDUARDO FISIATRA QUE COLOCA UMA AGULHA MTO GDE E COM UM APARELHO DE CHOQUE UM METODO NOVO TEM 4 PESSOAS NO BRASIL QUE FAZ, ELE DIZ QUE TEMOS VARIA CAMADAS E A AGULHA VAI ATÉ O LACAL DA DOR MAS NÃO DEU O RESULTADO QUE E EU ESPERAVA,MAS ALIVIOU 50%. VC PODE ME AJUDAR
    GRATO

    • tatipilates disse:

      Oi Sidney, me desculpe pela demora, vc ainda está sofrendo com as dores? eu postei muitos textos novos que poderão te ajudar sobre a auto-cura… o ideal é que vc pudesse procurar um terapeuta de craniosacral que também faça manipulação visceral. Um abraço, Tati.

  23. Tais disse:

    Tati, li apenas uns trechos de um post ou outro seu, e ja adoro seu trabalho! Ja és uma inspiraçao para o meu! =]

  24. Mélanie Lira disse:

    oi Tatiana, tudo bem? Estava pesquisando sobre dores no pescoço e ombro, e me deparei com o seu site.
    Faço pilates a um ano, me ajudou muito a melhorar postura, musculatura, respiração, mas sinto muitas dores no pescoço, meu trapézio vive tenso, e mais ou menos a duas semanas estou sentindo dores muito fortes e nenhum remédio alivia, nem tira a tensão do pescoço. Já fiz tratamente anti-estresse com uma fisioterapeuta, utilizei o ‘tense’, o ultrassom, massagem, retirada dos pontos gatilhos, mas eles tendem a voltar e cada vez com mais força e mais doloridos. Não sei mais o que fazer, já tou achando que estou com fibrimialgia. Estou com pontos super inflamados no pescoço e no ombro, dores até na coluna, acredito que tem haver com a tensão do trapézio.
    Poderia me ajudar? O que faço para me livrar dessas dores? Será que pode ser quando durmo? Traviseiro? Pois a última crise, tive logo após acordar.
    Muito obrigada! Aguardo resposta!
    Abraços

  25. gabriela disse:

    ola tati, boa terde sofro de fortrs dores na regiao entre o ombro e a nuca esta regiao fica dura ou melhor e contante se formam carocos…q quando massageados parece q os musculos estao soltos pois da para sentir ao massagear….ja me deram diversos diagnosticos… ja fiz diverosos tratamentos com hidro terapia, rpg, fisio, massagem e agora estou em acupultura todos estes sem sucesso…medicamentos entao ja ultilizei varios de comprimidos a pomadas..o caso esta muito complicado pois a dor e constante..alguns dias um ouco menor mais a regiao sempre tensa e cheia de nodulos.. agora fui em mais um medico e ele deu o diagnostico de encurtamento muscular..gosaria de saber se vc tem algo para me indicar para q eu possa ter uma qualidade d vida melhor. desde ja agredeco bj gabi

  26. Georgina disse:

    Olá Tati!!

    Nem acredito que encontrei seu blog, saiba q foi um “presente” de Deus na minha vida…ainda não consegui ler tudo,mas já me esclareceu mta coisa à respeito de mim mesma; ao ler cada frase, pude voltar pra dentro de mim mesma e observar que tenho feito mtas coisas erradas, somatizando sentimentos negativos e (muito!) stress em meu corpo, e tendo como consequência,dores e tensões, q têm me enfraquecido e me deixado cda vez mais cansada, fatigada e stressada!(desculpe o desabafo…)
    Atuei como massoterapeuta por cinco anos, em grandes hotéis, spas e resorts na região do litoral norte da Bahia(onde moro atualmemte, à seis anos).Em meados de 2006/2007, adquiri uma Tendinite no ombro direito (não me recordo se foi no supra ou infra), o qual me trouxe várias dores desagradáveis, em toda a cintura escapular, pescoço-ombro, peitoral, estendendo-se até o cotovelo, mão, o braço todo! Tive terriveis dores d cabeça, meu emocional ficou totalmente destruído.Não dormia bem, enfim, sofri muito.Por conta disso, acabei tendo que parar minhas atividades e realizar 1 ano de fisioterapia e mto medicamento, q só serviram pra me deixarem depressiva e meio “maluquinha”(se é q vc me entende…).Fiz tabém algumas aulas de pilates no Stúdio do próprio Hotel, que estavam me ajudando muuuuito, mas infelizmente, foi interrompido, pois no meio disso tudo, na época, acabei sendo demitida do Hotel, o q me deixou mais transtornada ainda, pois já estava sentindo mto medo de não poder mais fazer minhas massagens q tanto amava(ainda amo !!). Daí em diante, imagine como foi tudo mto difícil pra minha cabeça e meu corpo.Mas, depois de alguns meses, me recuperei, voltei a fazer musculação gradativamente, me refiz emocionalmente e voltei a atuar como massoterapeuta.Mas, passou-se um tempo, minha vida deu uma reviralvolta, tive que sair da academia, e as dores começaram a voltar.Continuei aplicando massagens até fevereiro/2010 e resolvi parar de novo.Meus braços não aguentaram mais tantas repetições.
    E, hoje sinto exatamente todos esses sintomas descritos acima, tooodos,de dores crônicas no pecoço-ombro(subindo até as orelha, terrível…),escápulas,braços, costelas,etc…Mas, entendi que mto disso sou eu mesma que provoco.E, estou sem fazer nenhum exercício…Preciso mudar!E vou mudar!!
    Mas, foi pesquisando s/ dor na costela/toráxica, que descobri seu site, e li sobre a Costocondrite, e desconfio de que posso estar passando por isso.
    Fazem 3 dias Tati, que me apareceu uma dor(do nada!), no tórax, lado esquerdo, bem nas costelas.Foi assim que desci da moto com meu marido: eu estava carregando minha bolsa do lado esquerdo(ela estava consideravelmente pesada), como tenho feito todos os dias, assim q coloquei os pés no chão, ao me erguer pra caminhar(estava meio “encurvada” na moto – sei, postura erradíssima…), senti uma fisgada exatamente nessa região nas costelas, ficou bem dolorido.Achei q fosse passar, mas até agora continua me incomodando, agora tbém apareceram umas bolinhas bem doloridas, o local está sensível e um pouco inchado.Qdo toco, sinto essas bolas,dói um pouco, qdo faço algum movimento,qdo respiro profundo, ou tusso, ou espirro, sinto uma repuxada…Aí, hoje comecei a tocar meu esterno, e tbém está um pouco sensível…Detalhe: a +- 20 dias atrás, passei por uma situação de nervosismo, raiva e stress altíssimo, por conta de uma discussão familiar, que me deixou estremamente abalada, magoada e desgastada.E me recordo mto bem minhas reações na hora da raiva( meu corpo todo parecia q ia explodir, a temperatura amentou, garganta seca e dolorida, tremedeira, palpitações…).Foi terrível, e fiquei tentando me recuperar de tudo durante os dias seguintes…Será que tudo isso, o meu histórico passado, os últimos acontecimentos, podem ter uma relação com o q estou sentindo agora??
    Pensei em ir ao médico, mas já sei como é a peregrinação, exames, medicamentos, etc…Vc poderia me dar uma ajudinha?
    P.S.: Como posso me aplicar a terapia Crâniosacral?

  27. ivonice disse:

    oi Tati boa noite, bem meu caso e parecido que foi dido a vc, meu pescoço doi demais muita tensão em casa, meu api tambem vai fazer cirurgia de coração 3 pontes de safena , marido que briga por qualquer coisa, nossa uma coisa em casa viu, ai quando eu fico irritada ataca a dor do pescoço que devo fazer? os osmbros as vezes doi mas e mas mesmos o pescoço ta muto viu, obrigada espero a resposta. essa dor começou dia 27 de abril ai apssou agora dia 30 voltou novamente.

  28. André disse:

    Boa noite Tati,

    Gostaria de tirar algumas dúvidas, já faz uns 4 anos que tenho tensões no pescoço e no ombro, tenho dificuldade para me concentrar e quando fico nervoso essa tensão aumenta mais ainda, não chega a doer, mas parece que o musculo do trapezio fica se contraindo a todo hora, já tentei diversos tratamento, mas todos sem sucesso, nem relaxante muscular alivia… sabe quando a pessoa parece que tem tique nervoso de tanto que a tensão incomoda… o que posso fazer para mudar esta situação…

    Obrigado.

    • tatipilates disse:

      Oi André, o seu caso é um caso típico que leva a dores crônicas como fibromialgia… tem muito texto que fala mais como o corpo processa as tensões… tem que trabalhar muito isso… como vc absorve os problemas diários. No texto de auto-cura tem algumas dicas legais, tem um link para o texto sobre postura e o de respiração que podem te ajudar muito… aprender a aceitar quando as coisas não acontecem como a gente queria ou imaginava é muito importante… Na verdade a ansiedade fica diretamente ligada a tensões na fáscia do estômago, esôfago e pulmão… dá aquele enjoo e mal estar… parece que o ar não entra direito… São tensões que a gente vai guardando desde criança, quando algum fato muito marcante aconteceu… algum medo muito grande, medo de ficar sozinho, de ser abandonado, de não ser aceito, não ser amado… os medos todos que passamos na vida. Uma experiência vai sobrepondo a outra e vamos nos tensionando cada vez mais ao passar dos anos… e a sensação fica lá! Qualquer fato novo, o de não saber se vamos ficar bem numa viagem a um lugar novo, ou se vamos entregar nosso trabalho em dia, ou se vamos chegar a tempo no médico, já nos traz um desconforto porque antecipamos uma situação desagradável… como alguma que já vivemos anteriormente. E é essa sensação que começa a aflorar e nos deixa ansiosos. É mais ou menos assim que funciona. Entender tudo isso e mudar nosso padrão de pensamento ajuda a evitar que o corpo continue repetindo isso… “mudar como?” vc deve estar pensando… essa mudança começa pelo simples ato de confiar de que o melhor vai acontecer… mesmo que não dê certo, é pq aquele problema vai nos ensinar algo, ou pq poderia ser muito pior… ou pq precisávamos passar por isso para que outra coisa boa aconteça… PENSAMENTO POSITIVO! Acredite e tenha fé de que as coisas vão se resolver no final. Faça sempre o seu melhor que o melhor é o que volta pra vc! Respire fundo e viva feliz! Um abraço, Tati.
      PS.: Este texto vai virar um novo post!

  29. André disse:

    Ah outra coisa que esqueci de dizer, sou estremamente ancioso, as vezes não consigo me contralar …..

  30. Pingback: Fortalecimento do pescoço – melhora a dor? E o Trigger point ou ponto gatilho? | Entendendo o Corpo e a Dor by Tati Pilates

  31. Micaela disse:

    Olá Talita,
    Muito bom o seu artigo. Tenho 22 anos e sinto dores nas costas há uns 5, mais ou menos. Com o passar do tempo, ela ficou mais forte e constante. Há 3 anos, mais ou menos, venho tentando tratamentos para aliviar as dores: já passei por ortopedistas, massoterapeutas, fisioterapeutas e até um neurologista e nada! Agora estou com um ortopedista e um fisioterapeuta muito bons. Excelentes, aliás. Fui diagnosticada com tensão muscular crônica, agravada por estresse e ansiedade. Hoje, na sessão de RPG, o fisioterapeuta disse desconfiar de que estou com uma inflamação na base da coluna, além do alinhamento errado do pescoço (já havia sido identificado antes) e da tensão muscular. Enfim, estou com vontade de chorar, porque não é um tratamento fácil. Vou fazer academia pra fortalecer a musculatura do pescoço e das costas. Mas o caminho é longo, e as dores são constantes. É muito triste viver sentido dor…

    • tatipilates disse:

      Oi Micaela, continue lendo os meus textos, eu escrevi alguns sobre como os exercícios de fortalecimento podem piorar a dor… leia para que vc não sofra e faça tudo de forma correta. O alongamento tbém pode prejudicar, e no seu caso a respiração vai ajudar muito a reorganizar a postura e aliviar as tensões. Leia os textos de auto-cura e sobre o emocional, o estresse fica acumulado nos ombros e pescoço e enquanto vc não aprender a lidar com o emocional e diminuir o estresse, a dor vai sempre voltar. Boa sorte! Um abraço, Tati.

  32. Micaela disse:

    Olá Talita,
    Muito bom o seu artigo. Tenho 22 anos e sinto dores nas costas há uns 5, mais ou menos. Com o passar do tempo, elas ficaram mais fortes e constantes. Há 3 anos, mais ou menos, venho tentando tratamentos para aliviá-las: já passei por ortopedistas, massoterapeutas, fisioterapeutas e até um neurologista. Nada! Agora estou com um ortopedista e um fisioterapeuta muito bons. Excelentes, aliás. Fui diagnosticada com tensão muscular crônica, agravada por estresse e ansiedade. Hoje, na sessão de RPG, o fisioterapeuta disse desconfiar de que estou com uma inflamação na base do pescoço, além do alinhamento errado do pescoço (já havia sido identificado antes) e da tensão muscular. Enfim, estou com vontade de chorar, porque não é um tratamento fácil. Vou fazer academia pra fortalecer a musculatura do pescoço e das costas. Mas o caminho é longo e demorado, e as dores são constantes. Enfim, é muito triste viver sentido dor…

  33. teresa disse:

    sinto dor aguda no ombro que desce para o seio esquerdo,sobe para o pescoço e ouvido,há duas semanas venho tomando injeções voltaren,profenide,decadron,tiamina,e atá injeção de cortizona,fora os comprimidos analgesicos e antinflamatórios ,fiz tumografia,mamografia,ultrasson de mama,eletrogardiograma porque não suportava a dor tanto que queima o braço e o seio,acabei no ortopedista,me pediu um raio x do ombro esquerdo e disse que meu problema é nervoso,fui ao neurologista,estou tomando antidepressivo,calmante e antianciolitico,nada tira a dor,já tentei as alternativas descrita acima tbm não funcionam no meu caso,agora estou aguardando o resultado do raio x ,é uma dor insuportável….parabéns pelo site,
    abrços…..teresa.

    • tatipilates disse:

      Oi Teresa, vc está provavelmente com o nervo pinçado entre as costelas… leia o texto sobre costocondrite e os textos sobre auto-cura… eu acredito que a respiração vai te ajudar juntamente com o “toque que cura” vão aliviar a sua dor. Se possível procure um terapeuta CranioSacral. Um abraço, e muito obrigada pelos parabéns! Tati.

  34. Leandro disse:

    Boa Noite Tati.

    Gostei muito das informações no seu site, tenho problemas de tensão muscular no pescoço e região entre o pescoço e os ombros, há aproximadamente dois anos faço tratamento, fiz 1,5 anos de RPG e ajudou muito, remédios como anti-inflamatórios e relaxantes musculares não deram resultado, há uns 7 meses comecei a tomar medicação para ansiedade e sentí uma boa melhora, estou dormindo melhor, até o fim do ano passado as dores eram muito intensas e os movimentos praticamente travados, o sono da noite era dividido em partes e as vezes acordava e não conseguia dormir novamente, e ao virar de um lado para outro na cama sentia que no outro dia a dor ficava ainda mais intensa.
    Hoje faço natação bem moderada, se forçar ainda aparecem muitos nódulos e dói bastante, acho que estou aprendendo a lidar com o meu problema e quando começa a surgir algum nódulo maior e dolorido, faço massagem até dissolve-lo…. Sinto que há muito o que melhorar para levar uma vida normal, mas estou contente com a melhora que tive este ano…
    Já fiz exames como RX e ressonância da coluna cervical, e o médico disso que tenho Cervicalgia, mas não é grave, não justifica os sintomas que tenho…
    Espero poder ajudar alguém com meus comentários, acho que já aprendí muito com textos de internet e informações principalmente de seu site..
    Parabéns pela iniciativa de ajudar as pessoas via internet..

  35. vanessa nunes disse:

    gostei muito das inf trocadas me indetifiquei muito com tensao por estresse pois sou muito abencoada familiamente falando mais voltando por outro lado me irrito por qualque motivo sou muito anciosa nao sinto dor mais um peso no pescoso e ombros,tudo isso que voce disse para o andre foi como se tivesse direcionada a mim.tati nunca procurei ajuda so conto com as massagens do meu marido na hora de dormi.voce acha tati que algum tratamento seria coveniente.bjs vanessa

  36. LENA REGINA disse:

    ÓTIMAS AS INFORMAÇÕES A RESPEITO DESSA DOR CHATA, FIZ 10 DIAS DE FISIOTERAPIA, COM ANTI INFLAMATÓRIO E RELAXANTE MUSCULAR, RESOLVEU E ALIVIOU, HJ TIVE QUE LAVAR ROUPA, A DOR VOLTOU, LEVE, VOU REPOUSAR ATÉ MELHORAR DE NOVO E VOU SEGUIR SUAS DICAS, PARABÉNS…

  37. washington disse:

    tbem tenho dores nos ombros q se erradiam p os braços passei c a fisio mas nao adiantou pois meu trabalho e muito pesado tenho caminhao faço o carregamento e descarregamento do mesmo com materias de construçao as x tomo alguns relaxantes musculares mais depois de 2 ou 3 dias tudo começa d novo sera q algum tipo de exercicio em academia poderia me ajudar aprendi alguns alogamentos e fortalecimentos com a fisio mais confesso q nem todos os dias consigo consilialos pois a canceira e o estresse e gde

  38. claudia rejane disse:

    ola meu nome claudia e hoje estou com uma dor terrivel entre o pescoco e o meu ombro,e uma dor que deixa a pessoa desanimada.A uns 4 dias atraz cai um tombo de bicicleta e cai de lado ao bater a cabeca sentir meu pescoco logo era como se fosse uma mola fui para o hospital na hora mas no outro dia parecia que eu tinha ganhado uma pancada no pescoco mas na parte da frente da traqueia passou essa dor e veio essa do pescoco e ombro olha tem horas que nao da pra levantar os bracos o que vcs me aconselham desde ja obrigada

    • tatipilates disse:

      Oi Claudia, eu te aconselho a procurar um terapeuta de CranioSacral e Manipulação Visceral. Você vai se sentir bem melhor em poucas sessões… um abraço, Tati.

  39. DOUGLAS BD disse:

    olá Tati, li o site e interecei-me muito. Espero que por sua experiência possa identificar se alguns dos meus sintomas derivam do Stress e ansiedade. Bom, tenho 22 anos mas uma vasta história de ansiedade e tensões pela vida. Aos vinte estava no ápice, comecei a faculdade, trabalhava e fazia exercícios físicos periodicamente na academia. Não tinha tempo para nada. Ai em uma noite, parece que acumulou tudo e tive uma séria crise hipertensiva (meus pais são hipertensos), fiquei 15 dias internado e após alta médica procurei vários especialistas cardiologista, que por fim, nada de errado comigo detectaram. Depois deste episódio, eu, que já era muito nervosso, irritado e ansioso, fiquei muito mais. E o pior é que passei a manifestar dores e dores pelo corpo que se tornaram periódicas. Iniciou-se fobias, sindromes do pânico e etc. Dos 20 anos até hoje que estou com vinte e dois, nunca tive um dia em que não ficasse todo tensionado. Meu corpo sofre. Atualmente, à aproximadamente 2 semanas começou uma dor forte na nuca, lado esquerdo pescoço até quase chegar na orelha, e no trapézio principalmente o esquerdo. Aliás, meu trapézio parece uma bola de ferro de tão duro, tencionado; já o meu pescoço parece ter um arame farpado encravado nele. Tem horas no dia que parece ser somente um encômodo, mas tem outras que parece que não vou aguentar. Por ser muito recente não tive momentos de melhora ou piora deste quadro. Entretanto, pude notar que quando fico muito ansioso, as dores vêm com tudo. O pior que vou ficando triste, desanimado, irritado e mais neurado ainda (como sempre fui desde pequeno). Tenho muito medo de doenças. também criei hábitos que sei que complicam ainda mais a ansiedade e consequentemente estas dores, como: me alimentar de maneira errada e em muitas quantidades, a comer muito doce, ficar sem fazer nenhuma atividade física, ficar muito tempo no pc, entre outras ânsias tanto físicas, psíquicas e emocionais. Também tenho respiração curta, ombros jogados para frante, trapézio contraido, coluna inclinada para frente e pescoçõ curto (pelo fato, creio eu, das caracteristias imediatamente antes naradas). Por fim, gostaria de saber se existe alguma alternativa para mudar este quadro.

    P.S. Você tem um rico site aqui. Se mostrou uma profissional que tem autoridade no que fala, seja pelo conhecimento que tenho certeza que você possui, seja pelo ser humano que é quando escreve e publica seus escritos.

    Att,
    Douglas

    • tatipilates disse:

      Oi Douglas, vc tem sim como mudar todo esse quadro… é uma longa jornada… um dia depois do outro, mas a persistência vai levar a cura. Continue lendo meus textos sobre o emocional, sobre a auto-cura… comece a se perceber… busque formas de se relacionar com o mundo onde vc não se agrida… sinta como o seu corpo reage às situações difíceis… eu vou continuar publicando textos sobre como trabalhar o emocional e como liberar as tensões, Vc não está sozinho e já deu o primeiro passo, que é descobrir o que está acontecendo…
      Boa sorte!
      Um abraço,
      Tati.

  40. Maristela Campos disse:

    Oi Tati, a dor começou com uma fisgadinhas na veia do pescoço, depois que levantei um peso + ou – de 5 kl comecou uma dor na escápula que limitava meus movimentos, não podia virar a minha cabeça para a esquerda que doia muito, nem movimentar o braço esquerdo, sinto muita dor também no braço e anti-braço esquerdo, mesmo tomamdo antiinflmatório a dor persiste, então procurei um médico e ele me indicou continuar a a tomar o antiinflamtório e mais um relaxante muscular. Está melhorando lentamente, mas eu gostaria de descobrir o que provocou a dor ou se isto é grave. você acha que fazer pilates vai melhorar o quadro ( isto já aconteceu outras vezes)

    • tatipilates disse:

      Oi Maristela, eu te aconselho a procurar um terapeuta CranioSacral primeiramente para liberar a fascia que está presa e provocando a dor… leia os meus textos sobre auto-cura que eles podem te ajudar… A respiração vai te aliviar bastante tbém… apoie a cabeça a frente e respire nas costas…. abrindo espaços entre as costelas na região das escápulas, vc aparentemente tem um nervo pinçado lá. Um abraço, Tati.

  41. Marie disse:

    Ei Tatiana,
    li seu texto e gostei muito. Eu trabalho muito com computador e comecei a fazer Pilates há 2 anos porque sentia muita dor no pescoço e nos ombros. Quando comecei a me exercitar, não conseguia trabalhar o abdômen direito porque sempre direcionava a tensão para o pescoço e, no dia seguinte, vinha uma enxaqueca fortíssima. No entanto, mesmo após 2 anos de Pilates, não consigo notar muita melhora nessa tensão. Além disso, nos últimos meses, no dia seguinte às aulas, sinto muita dor de cabeça. O que pode estar acontecendo? Será que meus exercícios estão errados?
    Um abraço,
    Marisa.

    • tatipilates disse:

      Oi Marie, não é o exercício por si só que cura… é a fluidez! Vc precisa estar fluindo e não tensionando quando faz as aulas… os exercícios escolhidos podem sim estar agravando… leia o meu novo texto sobre os cuidados nas primeiras aulas de pilates que algumas fichas podem cair… e leia os textos sobre o emocional, vc pode estar acumulando o estresse do dia a dia… só vai se curar se mudar seus padrões de comportamento. Lembre-se que a cura começa de dentro para fora! O texto sobre a postura correta x errada, além os novos sobre a auto-cura + o fortalecimento do pescoço melhora a dor? Vão ajudar tbém… continue lendo os textos que você vai encontrar a cura dentro de vc mesma! Boa sorte! bjs, Tati.

  42. Renata disse:

    Oi Tati, te conheci agora e te adorei! Estava procurando algo sobre uma dor no ombro direito que comecei a sentir hoje logo que acordei. Há muito tempo sinto tensão nos ombros e uma necessidade de estalar o pescoço. Tenho percebido nas costas, logo abaixo do pescoço, essa região parece que tá projetada pra fora, tá ficando meio esquisito. Me identifiquei quando vc fala desse encurtamento, da cifose, e hoje, inclusive quando fala do infarto precoce, porque essa sensação estava sentindo agora a pouco, uma pressão no torax. Acha que o pilates pode me ajudar? O que vem a ser a terapia cranio sacral?

    • tatipilates disse:

      Oi Renata, fico feliz em poder ajudá-la, o Pilates pode te ajudar sim, mas a maior mudança vc vai encontrar atraves do entendimento do que faz o seu corpo tensionar. A mudança tem que vir de dentro, leia os textos sobre o emocional e a auto-cura. Tem um texto que fala da terapia CranioSacral… é um trabalho sutil que vai liberando as fáscias e tirando os nódulos de tensão. Trabalha tanto o físico quanto o emocional e só experimentando para entender a amplitude e os benefícios desse trabalho. Um abraço, Tati.

  43. Mônica disse:

    Tatiana, quando li a materia, não acreditei, pensei será que ela me conhece??? Me vi em cada uma das palavras, já tenho essa dor a 7 meses, troquei colchão, travesseiro, já tentei desde bolsa de água quente até benzedeira.
    Fui no médico e sempre dão muitos remedios, começaei a fezer caminhadas, mas a dor persiste.
    Vou tentar fazer os exercicios com a toalha e tentar relaxar mais a musculatura, sinto mesmo que meu ombros querem alcançar minhas orelhas.
    Me sinto muito cansada e com muito, muito sono.
    Tati
    Obrigada pela matéria
    Mônica

    • tatipilates disse:

      Oi Mônica, leia os textos sobre auto-cura, eles vão te ajudar… leia todos eles… e subscreva ao blog para ser avisada sobre os novos textos… vou estar montando uns vídeos com exercícios para ajudar na dor. Boa sorte! Um abraço, Tati.

  44. Jaris disse:

    Oi Tati, gostei muito do seu site. Há 5 anos sofro de dores FORTISSIMAS no pescoço e ombros, ja procurei varios médicos, fiz três ressonâncias magnéticas ( a ultima acusou apenas um espessamento do ligamento amarelo no nivel C6-C7, comprimindo a face dorsal do saco dural, tocando a superfície posterior da medula espinhal, porém sem deforma-la ou alterar seu sinal.), o fato é que cada médico me deu um diagnóstico diferente, ja falaram em fibromialgia, outro em artrose, outro ja chegou a colocar a culpa no meu aparelho ortodontico.
    Bom e com tudo isso não sei mais o que fazer porque sinto dores fortissimas diariamente, quase não tenho trela, faço fisioterapia e massagem 2 vezes por semana, mas o alivio que sinto é momentaneo, geralmente não dura mais que uma hora.
    não sei mais o que fazer.

    • tatipilates disse:

      Oi Jaris, continue lendo os meus textos… procure fazer os exercícios da auto-cura… se puder procure um terapeuta de CranioSacral. Um abraço, Tati.

  45. diogo juliano disse:

    queria saber, eu tenho reumatismo (febre reumatica da coreia)que tipo de exercicios fisicos eu poderia fazer para emagracer pois estou engordando muito sofro muito no meu serviço me ajudem por favor se puderem muito obrigado!

    • tatipilates disse:

      Oi Diogo, vc já tentou o Pilates? O Pilates vai te ajudar a facilitar nas caminhadas… pois vc precisa realizar atividades aeróbicas para perder peso. Uma boa dieta alimentar também pode ser uma ótima idéia… procure um(a) nutricionista. Um abraço, Tati.

  46. Joao Maria disse:

    Informacao nunca e denais…

  47. joseane teles rodrigues disse:

    oi meu nome e josy estou com uma dor na região da nuca e dos ombros quando abaixo a cabeça sinto aumentar a dor o que pode ser

    • tatipilates disse:

      Oi Joseane, provavelmente vc está com um encurtamento dos músculos da região cervical, e a inserção dos mesmos é na base do crânio, por isso quando abaixa a cabeça e tenta alongar esses músculos a dor aumenta, o músculo não está alongando e está toda hora “cutucando” o osso onde estão inseridos… que é a nuca. O melhor é não forçar! Trabalhe o toque que cura que ensino na “auto-cura” e faça compressas quentes para relaxar a musculatura. Movimentos pequenos sempre suaves e lentos para não inflamar ainda mais. Se a região estiver quente aconselho a fazer a compressa fria antes e depois a quente. Tbém tem um texto aqui explicando como fazer. Boa sorte! Tati.

  48. tati tenho dores que desce do pescoço passa pelo ombro e desce para o lado direito das costas.O medico sem ter certeza disse que pode serdesfiladeiro toracico,e me passou tratamento com antiflamatorios e injeçoes.Mas tenho gastrite e meu estomago detona,voce acha que eu poderia tentar o rpg ou outro tipo de exercicio.Abraço.Valesca.

    • tatipilates disse:

      Oi Querida, vc deve procurar um terapeuta que faça Manipulação Visceral. O seu problema no estômago tensiona diretamente o seu pescoço… eu ensino aqui no toque que cura como liberar as tensões na fibra, tem como ajudar o pescoço a relaxar e as costas… porém o seu estômago deve ser tratado pois ele te puxa para dentro e para baixo afetando o pescoço conforme o estresse e tensões do período, por isso a dor vai melhorar e voltar sempre. Um abraço, Tati.

  49. ordilei disse:

    bom dia, minha esposa a dois dias me reclamando de dores no pescoço e no local tem nodulos pequenos na borda do lado esquerdo, durante o dia ela não sente quase dor,mas durante a madrugada reclama muito e amanheçe dolorido em enxado o que pode ser? e o que poderia fazer para amenizar esta dor de minha esposa grato desde já ordilei

    • tatipilates disse:

      Oi Ordilei, leia o texto sobre auto-cura… lá eu ensino como liberar estes nódulos… ela deve ler os textos do entendendo o emocional, pois o emocional age diretamente nestes pontos dolorosos… fazendo eles voltarem… os textos da respiração vão ajudar a relaxar o corpo como um todo… a melhorar a postura… tbém vale a pena ler. Se vc puder levá-la a um terapeuta de CranioSacral vai ser muito bom! Um abraço, Tati.

  50. isa disse:

    As aulas de pilates são boas para quem tem escoliose lombar?

    • tatipilates disse:

      São sim Isa, tomando sempre cuidado com a formação do profissional… leia o texto sobre os cuidados nas primeiras aulas de Pilates… um abraço, Tati.

  51. Jessica disse:

    Me identifiquei muito! Parabéns pelo texto! Gostei da escrita, bem leve e simples de entender. Obrigada pelas explicações!!!!

  52. luizfernandobe disse:

    Ai! =’(
    Obrigado!

  53. Carina Miranda disse:

    Boa noite tati, é fantástico a sua matéria!!!! Tudo que sinto você colocou no texto,confesso que foi um alívio saber que é simples curar e que ja estava achando que fosse coisa pior…..Vc atende em que cidade? Se não for em são paulo,me indica alguém aqui na zona norte?
    Sucesso a vc e que Deus continue abençoando vc com sua informações,
    Grande abraço!

  54. Wellington Borzani disse:

    Nossa tenho vivido a anos com um sentimento de subvida é terrivel…. Me indentifiquei mt com a tensão causada por stress. Tomo anti deprecivos, calmantes e nada me ajuda. Obrigado por postar ésta matéria, será um novo horizonte para mim…

  55. Fernanda disse:

    Vou adotar as suas dicas, obrigada!

  56. atila da silva coelho disse:

    olá minha dor é intensa estou hoje com essa dor insuportavel em mim. quero ficar bom e só.

  57. Sheylla disse:

    Ola eu sofri um acidente de moto e o meu medico falou que eu dei mal jeito no nervo servical, mais eu sinto que quando eu mexo o meu ombro o nervo do ombro passar por cima do nerbo do pescoço na altura do pescoço e normal.

    • tatipilates disse:

      Existem muitos nervos na região cervical e alguns vão passar pelo ombro até chegar nos dedos… Vc está com o nervo preso na fáscia do trapézio. Leia como aplicar o toque que cura dentro dos textos de auto-cura e tem um outro bom sobre o “trigger point”.
      Procure um terapeuta de CranioSacral.
      Boa sorte!
      Abraço,
      Tati.

  58. Mariana Santos disse:

    Querida Tati.
    Me identifiquei com: “Outro grande causador é a passagem por um trauma emocional muito grande, com situações de nervoso intenso ou raiva.”, vou tentar fazer a massagem com a toalha pra ver se relaxa mais um pouco, mas se vc tiver novos modos de como relaxar, posta aqui pfvr, tô precisando mt de uma ajuda pra diminuir essa dor forte no pescoço e no ombro. Obgda pela atenção! =]

    • tatipilates disse:

      Oi Mariana, tem varias coisas q podem ajudar… Os exercícios de respiração, os textos do entendendo emocional, toque sutil dentro da auto-cura, compressa…leia os textos que parecem não ser pra vc… Que alguma coisa pode te ajudar mesmo assim!
      Um abraço,
      Tati.

  59. Vera Lucia Saldeira disse:

    Oi TAti, estou com dores no pescoço parecidas com torcicolo, faz mais de 1 mês, o ortopedista, através de um raio X disse que é um pinçamento do nervo. Enquanto tomo relaxante muscular e uso cataflan nas massagens melhora, é só parar o remédio que volta tudo novamente. li seus textos e achei muito interessante, Vou fazer alguns exercícios propostos. Se você tiver algumas dicas, serão bem vindas.
    Abraços!
    Vera Lucia

    • tatipilates disse:

      Oi Vera, leia os meus textos q tem muita coisa para te ajudar por aqui… Respiração, exercícios e liberação de fascia com o toque que cura… Além do entendendo o emocional. Relaxe que vc vai melhorar!
      Boa sorte!
      Um abraço, Tati.

  60. Aline disse:

    Tatti socorro!!
    , já vai fazer dois meses que to com uma dor aguda na cervical, especialmente na área do trapézio direito que vai até a escápula. Passei por vários médicos, ortopedistas, remédios e nada adiantou. Até osteopata me manipulando não adiantou. Alinhou a coluna, e deixou claro que é muscular assim como todos outros profissionais. Dai comecei acupuntura, auriculopuntura e ainda assim as dores não cessaram. Eu acordo de manhã praticamente sem dor, aliviada, músculos descansados e na medida que o dia passa a dor costuma voltar a noite com tudo e doi muito irradiado pro ombro, nuca e as vezes braço. Dormir é um alento pois quando relaxada nao sinto dor alguma. Sou profissional de dança. achei que tinha de parar, mas quando estou dando aula sinto um bem estar enorme e sem dor! Quando to parada é que a dor volta com tudo. Tenho encurtamento em várias partes do corpo e por isso iniciei o pilates. a massoterapeuta descobriu vários (muitos mesmo) trgger points e meu caso ta diretamente ligado a sindrome dolorosa miofascial, os nódulos musculares são tao grandes que causam dor. O da escapula foi dissovido mas do trapezio nada ainda…vc acha que rolfista irá ajudar nisso. Pretndo ir num reumatologista tb
    sem duvida antes de começar isso passei por um periodo de estresse horrendo e sou muito nervosa…
    nao sei mais o que fazer…:(

    • tatipilates disse:

      Leia os meus textos… Eu ensino a tirar esses nós com um toque suave… Procure um terapeuta de CranioSacral que faça manipulação neural… De qq maneira, tem as compressas e os exercícios de respiração. Leia querida o meu blog q tem muito mais textos aqui dentro da auto cura e do entendendo o emocional q poderão te ajudar.
      Boa sorte!
      Um abraço,
      Tati.

      • Aline disse:

        Tatiiii, vim aqui te agradecer primeiramente pelo carinho e atenção de resposta. Você faz um trabalho belíssimo e é um exemplo pra todos nós. Nada como alguém ter passado por algo parecido com a gente pra entender a fundo e com mais coração…

        Então, aquele contato que você deu do Rio, Marion não atende especificamente a terapia cranio sacral e a outra fica em Niteroi, muito longe pra mim. Então achei uma no Leblon maravilhosa chamada Roberta (se quiser deixo o contato dela). Seguindo suas instruções resolvi procura-la e fiz uma primeira sessão. Realmente é a sensação mais louca que já senti…Meu corpo parecia flutuar e eu sentia certas pulsações dentro dele além de algumas partes reclamando. Eu ouvi meu corpo!!!!!!!! É um slêncio tão profundo que chegava ser assustador pra mim. As dores no ombro não passaram de vez, eu sabia claro, e ainda mais com ela falando que essa dor é so a ponta do iceberg. Senti que minhas atitudes e forma de pensar começaram a mudar. Eu to aceitando melhor a situação e entendendo melhor o que meu corpo quer dizer.
        O resultado senti um dia depois quando fui na aula de pilates e desapareceu aquela sensação de “vou sentir dor se me alongar”. A propria professora de pilates, que antes não sabia o que fazer comigo (rsrs) me elogiou e ao invés de ficar reclamando comecei a respirar fazendo os exercicios e nossa sai de lá renovada, sentindo que meu corpo tava agradecendo por aquilo, por ter mais carinho com ele ao invés de querer expulsar do nada a dor daqui…Com isso, com a acupuntura, terapia cranio sacral e o pilates, sinto que a dor tem sido so um detalhe e por conta disso lentamente ela ta deixando meu corpo, assim como minha alma também.

        Muito obrigada mesmo pela indicação. Ainda vou no reumatologista fazer raio X , mas sei que tudo é uma grande somatização emocional. Essa noite tive um sonho estranho que me deu muito medo…Sonhei que teria de fazer uma cirurgia no coração e tava nos preparativos pra isso com muito medo de morrer, o médico me acalmava, mas eu tentava fugir…nao lembro bem, mas acho que fiz e correu tudo bem, mas mexeu comigo…Os sonhos mostram muita coisa sobre nós e nossa sombra né…

        Bom, não podia deixar de te dar esse feedback. Em breve volto, eu quero muito te dar a noticia de que estou zerada de dor!
        beijos no coração!!!!!!!!!!!!!

      • tatipilates disse:

        Fico muuuuuito feliz que tenha ido querida! Deixe sim o contato da Roberta. Que Deus te abençoe sempre…
        Amor e luz,
        Tati.

  61. geisiane naiala disse:

    oi tati…
    Sinto um dor constante no pescoço,nos ombros,no meio das costas as vezes chega a doer a cabeça,Eu ja fui varias vezes ao medico e eles passam remedios e nada adianta.Queria saber se fazer musculacao vai me ajudar, ou alongamento.Devo procurar um ortopedista ou um reumatologista?Me da um retorno pelo amor de Deus nao aguento mais.grata Geisiane

  62. aloisio disse:

    só tenho uma palavra a escrever (PARABÉNS.)

  63. lucimara disse:

    oi Tatiane, Boa Noite!
    Eu fiz uma cirurgia e estou dormindo apenas de costas. E uns 12 dias depois eu acordei com uma dor insuportavél no pescoço descendo pro ombro, estou usando um medicamento e está dor não passa pensei até que fossse pela anestesia , agora quando eu acordo ela está mais aliviada, mas ao decorrer do dia ela vai aumentando , ficando insuportável , devo procurar um ortopedista

  64. Luciana disse:

    Oi, Tati! Tudo bem?!
    Feedback é sempre importante, sei que você já recebeu muitos, mas aqui vai o meu:
    Essa semana voltei da minha última sessão de fisioterapia arrasada, exausta, com a mesma dor que eu entrei lá e voltei de lá chorando. Chorei no ônibus mesmo, nem aguentei chegar em casa. E vim o caminho todo tentando me convencer de que eu sofreria dessas dores (pescoço, enxaqueca, trapézio dolorido, pontos gatilho ao redor da escapula, no pescoço, pescoço pra frente…) o resto da minha vida, que eu não tinha mais jeito. Imaginando as limitações profissionais, sociais, de realizações que eu teria daqui pra frente, porque essas dores iriam fazer parte de mim pra sempre.

    Mas, insisti, vim pra a internet e digitei no Google palavras chaves que me trouxeram aqui,.
    O que eu posso dizer? Esse blog não podia ter uma cor melhor: verde. Verde ESPERANÇA.
    Em anos, eu nunca me senti tão compreendida, acolhida. Ler suas matérias me reviveu de uma forma que é difícil descrever, eu voltei a acreditar que as coisas são possíveis, que eu não sou amaldiçoada, como muitos me vêm, porque eu já tentei tanta coisa e nada melhora.
    De muito longe você me deu forças pra continuar
    Eu já acordei mais disposta, já fiz minha listinha de metas. Seguindo suas dicas, agora eu tenho um norte e mesmo sabendo que a caminhada é longa, difícil, gradual e que eu terei que mudar muitos hábitos de vida, saber que existe jeito pra isso me dá forças pra enfrentar o que aparecer pela frente.

    Às vezes na vida eu já me encontrei em situações em que me faltaram palavras pra agradecer, que eu sinto que dizer somente “muito obrigada” é pouco. Essa é uma delas. Eu poderia ficar um dia inteiro só te agradecendo e ainda não seria suficiente.
    Enfim, parabéns! Pelo seu trabalho, dedicação, paciência, acolhimento. Ler seu blog foi como receber um abraço apertado de quem entende a gente.

    Obrigada, de novo! :)

    • tatipilates disse:

      É exatamente por isso que continuo nesse trabalho… Gostaria de poder fazer mais; mas, as vezes, a falta de tempo e o cansaço me impedem de concretizar tudo o que eu gostaria!
      E é exatamente essa boa energia que me faz continuar! Muito obrigada pelo carinho!!! Força, paciência e coragem! Vc vai conseguir superar tudo isso!
      Um forte abraço,
      Tati.

  65. Fabiana disse:

    Oi Tati, me identifiquei com a sua matéria sobre tensão na região do pescoço, mas gostaria de saber até que ponto pode afetar a garganta, pois sofro com um enrosco q sinto na garganta ao engolir e isso está tirando minha paz, não aguento mais e td isso ocorreu depois de uma manobra de quiropraxia, mas fiz vários exames já e os medicos não acharam nada a não ser uma inflamação nos musculos do pescoço.. Vc já viu ou teve algum paciente com problema na garganta proveniente do pescoço? Por favor aguardo seu retorno. Obrigada

    • tatipilates disse:

      Oi Fabiana, pode sim ter relação entre garganta e pescoço, mas vc provavelmente já tinha essa região apertada antes de ir ao quiropraxista… Nessa região é onde guardamos os sapos que não conseguimos engolir e vamos literalmente nos inforcando! Tem um osso flutuante ai, preso por vários músculos q vão tensionando, e vc pode liberar essa tensão com o toque que cura… Leia mais os meus textos… Forte abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s