Passe pelo inverno sem prejuízo, sabendo como identificar o que é melhor pra você.‏

Hoje se sabe que emagrecer é um imperativo central na vida de muita gente,  onde a motivação principal muitas vezes é  de ordem estética.  Porém,  o quadro  atual aponta necessidade de saúde.
 
Os métodos para emagrecimento têm sido questionados, uma vez que há um verdadeiro exército industrial a serviço disso, como: pílulas, shakes, programas, receitas e dietas que prometem resultados milagrosos em pouco tempo. Ao se analisar o histórico desse tratamento, é obsevado que  periodicamente, novas propostas são lançadas e, com grande aceitabilidade pelo público de maneira geral. O impacto desses lançamentos é enorme, principalmente porque representa uma nova chance ou tentativa de emagrecimento. Porém, estas propostas não se reportam a mudança de comportamento, condições cinequanon do tratamento! E ainda, penalizam o indivíduo pelo insucesso do tratamento, que a longo prazo, não é nada bom, diminuindo as chances de emagrecimento de qualquer um. O comprometimento com a  mudança de comportamento, agregado a hábitos alimentares saudáveis e prática de atividade física, mostra-se atualmente a forma mais eficiente nesse processo do que a utilização de drogas.
 
Saiba um pouco  para o sucesso desse tratamento:
 
DESEQUILÍBRIO NEGATIVO
 
A perda de peso ocorre quando a ingestão é inferior ao gasto  =  desequilíbrio negativo.
 
DIETAS
 
Na verdade, dieta é uma palavra de origem grega, cujo verdadeiro significado é “manter-se saudável”.
 
Dietas da moda, além de não estimularem hábitos saudáveis e serem frustrantes, podem em longo prazo, comprometer a saúde dos indivíduos sobre vários aspectos e são frustantes. Por exemplo, as dietas que excluem determinados nutriente, podem provocar carências nutricionais importantes. E muitas delas tem resultados rápidos, porém nada duradouros.
 
-Dietas hipocalóricas, produz um equilíbrio energético negativo expressivo, com efetiva redução do peso corporal. Lembrando que a manutenção de peso corporal é mais efetiva quando combinada ao exercício físico orientado.
 
Vale salientar que  dietas que restringem severamente o consumo energético, bem como jejuns prolongados, são indesejáveis e perigosos para a saúde, resultando em perdas de grandes quantidades de água, eletrólitos, minerais, glicogênio e outros tecidos isentos de gordura, com mínima redução de massa adiposa. E induzem maior redução do metabolismo basal, aumentando a chance de reganho de peso.
 

CARBOIDRATOS
 

Não há qualquer justificativa plausível para a retirada desse nutriente da alimentação, especialmente,  das frutas. Pelo contrário, os carboidratos são fontes importantes de energia  do nosso organismo e fornecerem vitaminas e minerais, nutrientes fundamentais para manutenção adequada do nosso metabolismo.
 
ÍNDICE GLICÊMICO
 
O índice glicêmico é um parâmetro utilizado para classificar os alimentos contendo carboidratos de acordo com a resposta glicêmica que os mesmos promovem, em relação à resposta observada após consumo de um alimento de referência (pão branco ou glicose). Estudos clínicos sugerem que o IG apresenta um papel importante na regulação do peso corporal. A ingestão de alimentos de baixo IG tende a aumentar o teor de massa magra e a diminuir o teor de massa gorda, significativamente, mantendo o poder de saciedade.
 
FIBRAS
 
Um grande aliado na redução de peso são as fibras alimentares que possuem importantes funções, tais como: redução na ingestão energética, aumento no tempo de esvaziamento gástrico, diminuição na secreção de insulina, aumento na sensação de saciedade, redução na digestibilidade e aumento na excreção fecal.
 
EXERCÍCIO FÍSICO
 
O exercício físico contribui para redução de peso através do balanço energético negativo, maximizando a perda de gordura e minimizando a perda de massa magra.
 
Conclusão: 
A combinação de dieta mais exercício proporciona perdas de peso mais eficientes, durante curtos ou longos períodos, do que somente uma destas intervenções.
 
 

Programas de emagrecimento

que oferecem resultados com qualidade,

combinam prescrição nutricional e exercício físico orientado

por profissionais habilitados.

 

 

 
Aproveite o outono e inverno para se cuidar!

Um abraço, Erika

 
 
 ERIKA ALVARENGA

 

Nutrição Clínica e Esportiva

Especialista em Exercício -USP

 

Acompanhemento nutricional

Personal Diet

Consultoria em clubes e academias

Supervisão de restaurantes

Assessoria em marketing

Colaboração em revista, jornais e tv

9224-3247

erikanutri@hotmail.com

Esse post foi publicado em Nutrição. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s