Como diminuir a ANSIEDADE!

O André me escreveu pedindo ajuda porque ele tem dores e fortes tensões nos ombros e pescoço, ele disse que é muito ansioso e como esse é um tema muito comum decidi abrir um post para falarmos sobre o assunto.

Vou definir a ansiedade como sendo uma sensação, um incômodo que sentimos no corpo que nos deixa meio agitados, impacientes… às vezes sentimos até um embrulho no estômago, um nó na garganta, a respiração fica mais curta ou inexistente. Isso mesmo, ficamos alguns segundos sem respirar em apnéia quando estamos ansiosos… o peito vai apertando, o coração dispara… parece que o corpo todo vai se tensionando. Em casos mais intensos as pessoas ficam irritadiças… brigam por qualquer coisa, respondem rispidamente sem pensar e acabam magoando aqueles mais próximos, os entes queridos e amados. A tendência é de que esse quadro piore com o passar do tempo… podendo levar a taquicardia, apnéia do sono, dores crônicas pelo corpo, fadiga e cansaço, insônia, fibromialgia… e todas as “ites” (inflamações) pelo corpo que os médicos fazem exames e nada encontram de errado.

Eu escrevi vários textos que falam mais como o corpo processa as tensões e você tem que trabalhar muito isso… – como você absorve os problemas diários. No texto de auto-cura tem algumas dicas legais, tem um link para o texto sobre postura e o de respiração que podem te ajudar muito… aprender a aceitar quando as coisas não acontecem como a gente queria ou imaginava é muito importante…

Na verdade a ansiedade fica diretamente ligada a tensões na fáscia do estômago, esôfago e pulmão… dá aquele enjoo e mal estar… parece que o ar não entra direito… São tensões que a gente vai guardando desde criança, quando algum fato muito marcante aconteceu… algum medo muito grande, medo de ficar sozinho, de ser abandonado, de não ser aceito, não ser amado… os medos todos que passamos na vida. Uma experiência vai sobrepondo a outra e vamos nos tensionando cada vez mais ao passar dos anos… e a sensação fica lá! Qualquer fato novo, o de não saber se vamos ficar bem numa viagem a um lugar novo, ou se vamos entregar nosso trabalho em dia, ou se vamos chegar a tempo no médico, já nos traz um desconforto porque antecipamos uma situação desagradável… como alguma que já vivemos anteriormente. E é essa sensação que começa a aflorar e nos deixa ansiosos. É mais ou menos assim que funciona.

Entender tudo isso e mudar nosso padrão de pensamento ajuda a evitar que o corpo continue repetindo isso…  – “mudar como?” (você deve estar pensando).

Essa mudança começa pelo simples ato de confiar de que o melhor vai acontecer… mesmo que não dê certo, é porque aquele problema vai nos ensinar algo, ou porque poderia ser muito pior… ou porque precisávamos passar por isso para que outra coisa boa aconteça…

PENSAMENTO POSITIVO!

Acredite e tenha fé de que as coisas vão se resolver no final. Faça sempre o seu melhor que o melhor é o que volta pra você! Respire fundo e viva feliz!

Um abraço, Tati.

Anúncios
Esse post foi publicado em Entendendo as emoções, TODOS OS TEXTOS. Bookmark o link permanente.

19 respostas para Como diminuir a ANSIEDADE!

  1. Lucia disse:

    Muito sábias as suas palavras. Este caso é exatamente o meu. Já frequentei psicólogo e sofro muito com dores musculares no ombro e pescoço, desde que tive minha 2ª filha há 2 anos atrás, devido aos sustos que passei, com as cólicas, etc e tal. Tenho que dar conta do meu serviço doméstico, filho, marido e cuidar um pouco de mim. Tudo isto gera uma ansiedade muito grande e medo de não dar conta. E ás vezes me sinto até acuada com tanta coisa prá fazer e o ombro dói que chega a latejar. Espero conseguir controlar minha ansiedade e a dor que incomoda muito. Obrigada

  2. Pingback: Costocondrite | Entendendo o Corpo e a Dor by Tati Pilates

  3. Pingback: TENSÃO NO PESCOÇO E OMBRO!!! Não aguento mais… | Entendendo o Corpo e a Dor by Tati Pilates

  4. Pingback: Costocondrite – dor no esterno ou costelas e outras dores Crônicas | Entendendo o Corpo e a Dor by Tati Pilates

  5. Pingback: DOR NO OMBRO e o Manguito Rotador | Entendendo o Corpo e a Dor by Tati Pilates

  6. aniela_neves@hotmail.com disse:

    estou muito ansiosa e se esta me acabando me ajude!

  7. jose disse:

    tenho espondilodiscoartrose no cervical e tenho dores em um local do pescoso ,que devo fazer para aliviar grato

  8. eleonice disse:

    eu fiquei mais tranquila depois q encontrei este site, pois estava sentindo dores fortissimas no peito,como se fossem nos ossos há mais ou menos 2 anos desde minha gravidez,passei por vários momentos dificilimos em minha vida sofri muito emocionalmente. e acho que por isso tudo gerou um acúmulo de infelicidade dentro de mim. acho que a incerteza do futuro bom que deixa a gente mais ansiosa . essa semana irei passar no médico pois sinto a minha coluna toda estalar ,todo mundo fala que nunca viu coisa igual.
    no entanto a gente coloca muita coisa na cabeça infelizmente.mais depois que li esse artigo estou tentando respirar melhor e como dizem enchendo a barriga e não o peito rs muitissimo obrigada e tenho certeza que vou ficar muito bem pois hoje entendo a necessidade de ser feliz ou de estar feliz com pequenas grandes coisas como estar bem.

  9. Benedito disse:

    Muito boa as dicas ! Estou seguindo a risca. Muito obrigado

  10. maria disse:

    Obrigada, tenho muita ansiedade, choro todos os dias, sem saber porquê, fobias de filas de pessoas, e por vezes uma dor no esterno, fico logo a imaginar coisas do coração, aí fico mais ansiosa, meu marido nºão entende …ainda “goza”, ao ler isto fiquei mais contente, vou tentar respirar melhor, até porque sou asmática e deverá fazer bem, Obrigada por existir,

  11. Saulo disse:

    Gente tenho sofrido muito com fortes dores ,mas tudo o que li aqui tem tudo a ver com o que sinto . …Obrigado!!! acho que ficarei melhor. Att Saulo

  12. Cristiane Lima e Silva disse:

    Eu amei ler tudo isso…tenho problema na cervical desde guriazinha,depois de adulta minha vida tem sido uma luta constante com minha coluna cervical hoje peguei a ressonancia uma das inúmeras que fiz e já cheguei no estágio da hérnia discal C6-C7…ainda vou levar o resultado para o neurocirurgião…gostaria muito de montarmos um grupo das pessoas que sofrem com dores na coluna…e tentarmos fazer algo como passeios e conversarmos quem sabe por aqui mesmo!! Muito obrigada por fazer este blog… Me chamo Cristiane Lima e Silva.

  13. Milton Pinheiro de Souza disse:

    adorei a materia trabalho muito em pé e com o pescoço para baixo, sinto doresmuito forte no pescoço . mas ouvindo sua sabias palavras Tati vou ser mais feliz , abraço Milton

  14. Debson s souza disse:

    muito obrigado foi de extrema impontancia para mim e tenho certeza que para todos que lerem

  15. Janaína Santos disse:

    Olá, maravilhosas as dicas, certamente todos nós que lemos faremos o possível para pratica-las. Eu tenho 24 anos e sempre, mas sempre mesmo tive muita tenção nos ombros e pescoço, e vejo, sinto, enfim, que ta mto relacionado a minha anciedade, sou extremamente anciosa, e acredito que ninguém consegue ser feliz tendo dores diariamente, meu rendimento é péssimo no trabalho quando as dores estão terríveis (ou seja quaze sempre), pois já acordo assim e noto que isso me tráz um mau humor do cão, não me sindo bem assim, e estou tentando buscar de várias formas algo pra melhor, pois tenho um filho de um ano, e preciso ter mto pique pra cuidar dele, paciência e tal, e com toda esta tenção fica a cada dia mais difícil conciliar tudo. Obrigada, amei e me identifiquei muito com tudo que li. Estão de parabéns.

  16. eveli chagas disse:

    nossa como vc me ajudou! sinto dores corpo todo!venho tratando de minha ansiedade a 5 anos .mas a qui vc deixou dica muito importante para minha viida!estou passando fase dificil de separaçao ai minhas dores pioraram ;ansiedade em fim tudo .Mas vou saber supera-las com confiança ;fe sabedoria ! obrigada por nos ajudar abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s