Como dominar o medo?

Para mim o MEDO é um dos maiores vilões da nossa saúde mental, física e espiritual. O medo está diretamente relacionado com a ansiedade e depressão. Todos temos medos, uns mais outros menos; temos medo de ser criticados, de errar, de não ser aceito, alguns têm medo de não terminar o trabalho no prazo estipulado e perder um cliente ou o emprego, outros têm medo de entrar num relacionamento e sofrer depois, medo de sair na rua e ser assaltado, de faltar dinheiro para pagar as contas no final do mês, de viajar e só encontrar pessoas desagradáveis no caminho, de sair de carro e alguém bater ou causar um acidente, de ficar doente ou morrer de câncer, medo de se perder quando sai de ônibus, medo de abraçar ou tocar um amigo… existem milhares e inimagináveis formas de mede… dou entrada num apartamento agora, mas e se depois não der conta de pagar? E assim vai…

Como a vida é cheia de incertezas e inseguranças buscamos sempre uma garantia de que estamos correndo o menor risco possível de uma perda ou fracasso. E sempre que não encontramos garantias e sentimos que há pouca probabilidade de sucedermos em algum projeto, nos sentimos ameaçados e acurralados. Mas de onde vem essa sensação do MEDO afinal?

Só poderemos dominar o medo a partir do momento que entendemos a sua origem, precisamos nos perguntar: ESTOU COM MEDO DO QUE? O QUE PODE ACONTECER? O QUE PODE ME FAZER MAL?

Ao encontrarmos o motivo do MEDO, o próximo passo é perceber aonde essa sensação de medo está atingindo o meu corpo… me dá frio na barriga, um mal estar, um enjoo, uma pressão no peito que dificulta a respiração, um calor ou a sensação de frio, uma pressão nas costas, coração dispara, etc?

Depois disso, imagine como a mesma situação poderia se resolver de uma maneira ideal, onde o que você quer aconteça com um bom resultado. Qual é a sensação que seria em seu corpo caso isso acontecesse… é uma sensação mais agradável e reconfortante? O coração se tranquiliza e a respiração também? Até dá para colocar um sorriso no rosto?

*Agora vem a pergunta mais importante, temer o pior faz com que o melhor aconteça? Vai aumentar as suas chances das coisas darem certo? Ou se sentir vulnerável e tenso torna o seu raciocínio mais lento e atrapalhado?

Para que as coisas boas aconteçam, é necessário que você acredite que elas podem acontecer, sinta de coração que tudo pode melhorar e com a mente bem aberta procure as melhores formas de aumentar as possibilidades de alcançar o sucesso.

Vai ajudar muito também, procurar alternativas para que, caso as coisas não aconteçam da melhor forma possível, você possa mais rapidamente contornar ou minimizar o prejuízo.  

Eu já vi pessoas ficarem em casa com medo de sair e não ter com quem falar, de se sentirem sozinhos e desajeitados. Não vão na aula porque faltaram uma vez e o professor vai perguntar ou cobrar o porquê da ausência. Ficam envergonhados pela própria irresponsabilidade e preferem continuar faltando. Outros têm medo do olhar zombador por se acharem gordos ou feios, não querem se sentir desaprovados, por isso preferem ficar sozinhos em casa. Percebam que a sensação ruim é a mesma em todos os casos…

Essa sensação desagradável de reprovação e vergonha vem de um trauma de infância, quando alguma vez alguém nos humilhou ou zombou de nossa aparência, ou quando levamos uma bronca por reprovarem a nossa atitude. Uma vez experenciada uma situação assim, passamos a antecipar uma situação parecida e ficamos com medo de passar novamente pela vergonha ou desaprovação. Por isso fugimos e nos escondemos em nosso quarto ou atrás de um corpo rígido e cheio de dor. Preferimos deixar de viver para não correr o risco novamente. PERDEMOS OPORTUNIDADES DE FECILIDADE POR MEDO!

O mais importante é ter FÉ de que tudo vai dar certo. Temos que acreditar que desta vez vai ser diferente e que, acaso o fracasso se repita, vamos superar a derrota sendo que a experiência vivida vai sempre nos acrescentar. 

Vou deixar em aberto o espaço para que todos possam compartilhar seus medos… me comprometo a não criticar e não julgar a gravidade do seu medo… apenas tentarei da melhor forma possível lhe ajudar com saídas e alternativas para se sentir mais forte, para que possa VENCER O SEU MEDO!

Um abraço e Boa sorte!

Tati.

Esse post foi publicado em Entendendo as emoções. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Como dominar o medo?

  1. rodrigo disse:

    excelente post. parabéns

  2. Karla disse:

    Muito bom mesmo!

  3. Felipe disse:

    Primeiramente gostaria de parabenizar-lhe por tamanho compromisso em fazer o bem as pessoas com seus posts.
    Passei esse ano por uma situação desagradavel de perda familiar (minha mãe) com cancer… infelizmente foi uma coisa fulminante que nos levou a terriveis 7 meses de sofrimento e dor… do nada minha mãe estava bem, em casa, participando de todos os eventos familiares e afazeres do lar… convivendo normalmente… em um dado momento relatou-me sentir umas fortes dores de cabeça que não sumiam com medicamentos e nem mesmo com descanço ao dormir… sentiu uma tontura e aumento da dor e decidiu ir ao hospital e para supresa de todos, seu quadro se colocou como algumas metastases cerebrais levando a ficar internada para exames e paleativos para dor… após um longo periodo até uma biópsia para identificação do tipo de tumor, ela foi para casa para realizar as sessões de radioterapia, porém sem sucesso, que duraram apenas 8 sessões e ja houve a necessidade de nova internação que ai nunca mais voltou para casa… conto a história pois sempre fui um cara atletico, sempre vivi saude, tenho 32 anos, pratico musculação a mais de 14 anos, sempre faço maratonas e eventos ciclisticos… jogo futebol e também pratico outros esportes… porém desde que tudo começou, infelizmente estou sofrendo de um transtorno de ansiedade e tensão que culmina em eu sempre achar que estou doente… ja faço terapia a 5 meses… coisa que nunca imaginei fazer na minha vida… porém as coisas não mudam, ja fiz diversas tomografias do cranio, exames de sangue, procurando algo que sei que não tenho… ultimamente as dores são frequentes na coluna cervical… são dores terriveis, onde acho que minha cabeça ira descolar e cair… ja fiz ressonancia da cervical e apenas ocorreu uma protusão minima que o ortopedista disse que no momento não há necessidade de medicação e/ou fisioterapia… como posso agir nesse caso, visto que toda essa situação começa a atrapalhar minha vida profissional e pessoal… tenho medo de ir a academia novamente e sei la ocorrer uma herniação e causar um drama maior… desculpe o desabafo, mas ja fui a inumeros médicos e não acho nenhuma resposta…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s